...
 
  • Ascom

Futuros Árbitros realizam testes físicos como condição para conclusão do curso de formação

Atualizado: 12 de abr.

A Prefeitura de Bujari por intermédi da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer - SEMCEL/BJ, iniciou em fevereiro para jovens do município o curso de formação de ARBITRO DE FUTEBOL DE CAMPO (FFAC).

No último final de semana, 10, domingo, os futuros árbitros foram submetidos ao teste de aptidão físico. O exame aconteceu na BR-364, acompanhado pelo professor Ayrton Viana (ex-Arbitro da Federação Acreana de Futebol (FAD) e ex-Suplente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)).


De acordo com a prefeitura, Bujari só tem a ganhar com a formação de árbitros, que está sendo ministrado por um profssional excepcional e conceituado na arbitragem Acreana e Nacional. "O esporte de Bujari só tem a ganhar com essa nova formação de árbitros, espero que todos alcance os objetivos e tenho certeza que farão bonito neste exame e no futuro como árbitros representando Bujari, Acre e o Brasil" diz o secretário Cleyton Teixeira.


Sob as exigências físicas, os participantes foram avaliados pelo professor Ayrton Viana que aprovou o desempenho dos profissionais ao longo da sessão de avaliações específicas. “Estamos tendo um bom nível de trabalho. Até pelo número de participantes, o grupo mostrou uma boa performance. Temos visto um ótimo nível de trabalho. Estamos bem felizes e tranquilos com o nível desempenhado por eles aqui”, destacou Viana.


Presença Feminina é ressaltada pela prefeitura


A prefeitura ressaltou a presença feminina no curso atual e no esporte, e garantiu que esta é uma tendência e que isto ocorrerá de forma exponencial, e no que depender da gestão municipal, as mulheres terão todo o apoio e incentivo para participar de cursos e formações ofertas pelo município.


Na arbitragem não é diferente, mulheres gostam de futebol, não é apenas em época de copa do mundo, como muitos pensam, pontou o secretário. Só para se ter uma noção, do total de alunos que se habilitaram aos testes físicos apenas 2 mulheres, e ambas foram aprovadas sob os índices voltados ao público masculino – bem exigentes em termos de tempo e distância disse o secretário, feliz pela participação das mulheres no curso de árbitros. "Como diz o nosso prefeito Padeiro, que as mulheres ganhem o mundo, temos que incentivar e empoderá-las para termos uma sociedade mais justa, humana, com bons valores e feliz, então estamos investindo nisso e queremos cada vez mais a presença feminina no esporte e outras áreas" finalizou o secretário Cleyton Teixeira.


Galeria de Fotos


0 comentário