top of page
  • Ascom

Nota de repúdio

Nota de repúdio e explicativa referente ao PP SRP n.º 009/2022 Coffee Break

A Prefeitura de Bujari através do Prefeito João Edvaldo Teles (Padeiro) repudia os ataques que vem recebendo e sofrendo em decorrência do Pregão Presencial no Sistema de Registro de Preços nº 009/2022 realizado em 04 de agosto de 2022 cujo objeto é "REGISTRO DE PREÇOS visando a futura e eventual contratação SOB DEMANDA de pessoa jurídica para fornecimento de COFFEE BREAK, LANCHE DA TARDE, SALGADOS E OUTROS, visando atender eventos do tipo: Seminários, conferências, reuniões técnicas, palestras, cursos de capacitação, treinamentos, oficinas, workshops, homenagens e outros eventos institucionais, corporativos e correlatos realizados pela Prefeitura Municipal de Bujari" que resultou na ata de registro de preços nº 033/2022 de 09 de agosto de 2022 com validade de 12 (doze) meses., após matéria veiculada pela agazeta.net.


O prefeito destaca que o pregão presencial foi realizado obedecendo todo o ordenamento jurídico vigente e a lei geral de licitações, e executado no sistema de registro de preços que consiste em um contrato normativo, resultante de um procedimento licitatório específico para contratações futuras, em condições predeterminadas e não é gerada obrigação de contratar“.


Padeiro frisa que apesar da estimativa de valor da licitação, é apenas um registro de preços e que no último quadrimestre - setembro a dezembro de 2022, foram gastos menos de 34 mil reais com o serviço. Lembrando que a licitação fora realizada em 09 de agosto de 2022 e somente após 5 (cinco) meses divulgaram uma matéria, em nossa avaliação meramente midiática.


Não há corrupção na prefeitura e todos os atos são públicos, postados no Doeac e no portal institucional e de da transparência do município, disponível a todos em www.bujari.ac.gov.br. As licitações estão disponíveis, a própria licitação PP SRP n.º 009/2022 em comento está disponível desde julho (11/07/2022).


Logo, usar publicações que saem no DOEAC para atacar a gestão e seus servidores, dando a entender a população que a gestão gastará 1,2 milhão com o serviço é no mínimo leviana, apenas o preço fora registrado, nessa monta, mas a contratação é sob demanda, e até o presente momento o consumo da ata ficou em menos de 33 mil reais, atendendo toda a administração e a saúde municipal.


A gestão da prefeitura de Bujari prefere o barulho de uma imprensa livre ao silêncio de uma ditadura, mas preza também pelo respeito e a civilidade, a pluralidade de ideias e repudia matérias tendenciosas que tenta rebaixar a reputação do poder público municipal bujariense perante a sua população.


Assista à íntegra da entrevista (sem cortes e edição da TV).


0 comentário
bottom of page