• Ascom/Ferrety Costa

Prefeito Padeiro participa de encontro para tratar de melhorias do serviço intermunicipal

Nesta terça, 26, o prefeito João Edvaldo Teles (Padeiro) participou de uma reunião para tratar de melhorias do serviço de transporte intermunicipal, em conjunto com as entidades: PETROACRE, PROMOTORIA DE JUSTIÇA, CÂMARA DE VEREADORES e AGEAC.


Na audiência realizada na sede da promotoria de justiça, esteve presente representando o município o Prefeito Padeiro, Vice-prefeito Francisco Bessa, Assessor Jurídico do Município, Dr. Luiz Robson, representando a Petroacre, Mauro D'angelo e os advogados Hilário de Castro Melo Jr. e a Marília Gabriela de Oliveira, representando a AGEAC o Pedro Augusto Araújo, Lucas Jalul de Alexandria, Lucas da Silva e representando a Câmara a vereadora Eliane Abreu.


A pauta da reunião foi o procedimento de inquérito civil nº 06.2017.298-6 que trata da condição de segurança, atrasos e reclamações de usuários do serviço contra a empresa Petroacre, que faz o transporte Rio Branco - Bujari - Rio Branco. Em resumo o procedimento civil busca resolver os problemas de atraso dos ônibus, segurança interna e externa dos veículos, alteração da rota de ônibus da avenida Ceará para o Bosque com destino a Bujari, super lotação entre outros relatados pelos presentes.


Padeiro informou que está no seu planejamento a construção de paradas de ônibus no município de Bujari, que é uma necessidade da população, e fará o possível para que ainda no primeiro semestre elas estejam em operação.

"Uma reunião onde todas as partes interessadas estejam presentes é fundamental, assim de forma transparente todos podem expor suas opiniões, críticas e sugestões, bem como buscar soluções para os problemas da população, e as decisões são tomadas mais rápidas e de forma mais eficiente, e o povo agradece" frisou o prefeito.

A Petroacre informou que fará um novo estudo para incluir a rota que atenda o loteamento Maia no prazo de 30 dias e que solicitará a AGEAC a suspensão do veículo que realiza a rota das 22 horas, até o retorno das aulas presenciais.


A AGEAC informou que emitirá a autorização da suspensão do horário da rota das 22 horas, assim que o pedido chegar por parte da Petroacre, valendo até o início das aulas presenciais.


Com relação a segurança, haverá uma segunda reunião em breve, entre as entidades, incluindo membro do governo do estado e da secretaria de justiça e segurança pública e polícia militar para discutirem o assunto.


Galeria de Fotos