• Ascom

Prefeito reúne dono da Transacreana para discutir soluções para o transporte público

"Queremos soluções ágeis para o transporte público de Bujari para atender a população com qualidade, conforto e segurança" destaca o prefeito Padeiro.

Por conta dos precários serviços ofertados ao povo de Bujari pelo transporte público, o prefeito João Edvaldo Teles (Padeiro) subiu o tom e disse que uma série de medidas deve ser adotada pelas concessionárias para garantir a melhoria do serviço ao cidadão.


Visando debater melhorias e soluções para o transporte público de Bujari, o prefeito Padeiro convidou o empresário Fernando Lourenço, dono da Transacreana, para uma reunião na prefeitura nesta terça-feira, 11.

Segundo o prefeito, o objetivo da agenda foi apresentar ao empresário a situação atual do transporte público prestado ao Bujari, as inúmeras reclamações e frustrações da população com o transporte público intermunicipal.

"O transporte público intermunicipal de Bujari é muito ruim e nós precisamos melhorar. Há tempos estamos nessa luta junto com a população alertando as empresas, a prefeitura da Capital e o governo do estado. O que queremos é que vocês implementem melhorias simples para que os ônibus passem nas localidades nos horários estipulados, limpos e asseados, garanta a segurança e saúde da população e que os ônibus sejam confortáveis [sem ruído e com ar-condicionado funcionando], comentou.

Após ouvir as apresentações, críticas e sugestões do prefeito, o dono da Transacrena Fernando Lourenço, acompanhado de sua diretoria, pontou que adotará algumas iniciativas para minimizar os problemas relatados pelo o prefeito na maior brevidade possível e pede o apoio da população.


O prefeito também mostrou-se preocupado com a crise enfrentada pelas empresas de transporte público devido à pandemia e diz ser a favor do Governo Federal disponibilizar com urgência uma linha de financiamento para as empresas de ônibus, que estão sofrendo diretamente as consequências das medidas restritivas tomadas em todas as cidades brasileiras no enfrentamento da pandemia do coronavírus, a fim de garantir o salário dos funcionários em dia e investimentos em novas tecnologias para as frotas de ônibus, impactando diretamente na qualidade do serviço. "Sei das dificuldades das empresas, já fora relatado, por isso sou favorável de uma linha de crédito para elas ofertada pela União Federal. De qualquer forma, mesmo antes da pandemia, as empresas com dinheiro e ônibus lotados, o serviço era ruim e ao invés de melhorar o serviço fez foi piorar" pontou Padeiro.


Acompanharam o encontro, o vice-prefeito Francisco Bessa, diretor de transporte da Transacrena Anderson Nascimento, Engenheiro de Trafego Francisco Mendes e os vereadores Eliane Abreu e Luciano Costa.


Galeria de Fotos


0 comentário